SITUAÇÃO PRECÁRIA

O acúmulo de milhares de processos ainda sem sentença, principalmente na Comarca de Baixo Guandu, vem se revelando um verdadeiro transtorno na vida profissional dos advogados afiliados à Subseção Colatina que atuam nos municípios do interior. “Já há advogados pensando em fechar escritório por conta de processos não sentenciados”, revela o conselheiro da OAB Colatina, o guanduense Márcio Antônio Ribeiro Soares.




















Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Comentários