SITUAÇÃO PRECÁRIA

O acúmulo de milhares de processos ainda sem sentença, principalmente na Comarca de Baixo Guandu, vem se revelando um verdadeiro transtorno na vida profissional dos advogados afiliados à Subseção Colatina que atuam nos municípios do interior. “Já há advogados pensando em fechar escritório por conta de processos não sentenciados”, revela o conselheiro da OAB Colatina, o guanduense Márcio Antônio Ribeiro Soares.




















Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Comentários